Meu Progresso

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Uma noite inesquecível!!!

Da série: SE QUISER TEXTOS CURTOS... VÁ PRO TWITTER!!! KKKK
Ontem, cheguei em casa, atualizei o blog, respondi alguns e-mail's, coloquei roupa pra lavar, tomei banho, me deitei e recebi uma ligação que mudaria todo o rumo da minha noite.
Era a Flávia.
Pra continuar a história, só um adendo: sempre me queixo de não ser rodeada de amigas, mas que tenho duas que são como irmãs. Uma é a Flávia a outra, a Olímpia.
Bem... A Flávia me ligou e disse que a Olímpia estava em trabalho de parto e que elas já estavam no hospital.
Disse que me deixaria a par de tudo. Que me ligaria pra contar tudinho que estava acontecendo com nossa amiga e a nenem.
Minha cabeça entrou em ebulição na hora e não pensei duas vezes: fui para o hospital fazer companhia para a Flávia, já que a Olímpia ficaria internada para ter seu terceiro bebê.
Acontece que ela se internou naquele mesmo hospital da minha irmã em que eles filmam o parto e transmitem ao vivo no quarto para quem quiser ver.
Eu e a Flavinha ficamos no quarto assistindo a tudo.
Uma outra amiga da Olímpia a acompanhou na sala de cirurgia.
A orientação era que assim que acabasse o parto, teríamos que ir embora porque só poderia haver um acompanhante.
Como a Laura adiantou o nascimento em uma semana, a família que mora em Formosa não teve tempo para chegar ao hospital. A Flavinha é quem ficaria de acompanhante.
Laura nasceu às 22h25. Uma linda menina, pequena, mas nem um pouco enrrugada. Linda de viver!!!
Nos emocionamos. A Olímpia é uma amiga muito especial e passou por muitas dificuldades pessoais pra ter essa linda menina.
Eu e Flavinha ficamos conversando e combinamos que eu não iria embora coisa nenhuma.
Fiquei na varanda do quarto, no escurinho e sempre que entrava alguém, a Flávia ia pro quarto ver do que se tratava e eu ficava bem quietinha, quase sem respirar pra não ser pega.
Olímpia chegou com a Laurinha às 3h. Uma enfermeira veio junto e ficou no quarto por muito tempo e eu, escondida.
Depois que ela saiu, peguei Laurinha no colo. Fofa demais.
Passei o resto da noite me escondendo das pessoas que entravam no quarto. Nós 3 rimos demais da situação.
Duas loucas tomando conta de uma recém operada!!! E ela que não podia nem falar pra não dar gazes, convesou igual taquara rachada e riu pra caramba.
Às 6 horas resolvi que não iria mais me esconder e ninguém me mandou sair.
Às 8h chegou a família da Olímpia e só aí é que fomos embora. Eu e Fláiva.

Passei o dia inteiro por conta de resolver algumas pendências e nem votei pra casa, quanto menos tive tempo de descansar.
Às 17 horas, voltei ao hospital, agora de forma legal, para a visita de praxe.
Fiquei um pouco com a Olímpia e vim pra casa.
Estou um caco, só a capa do Batman, mas faria tudo novamente pela minha amiga.

2 comentários:

Minha vida, minha gastroplástia disse...

Deve ter sido o máximo uma louca escondida no hospital, mas por verdadeiras amizades vale qualquer coisa...
até mais...

Karine Silva disse...

Parabens para a mamãe e para nenem!!!
Que o SENHOR POSSA ABENÇOA LÁS MARAVILHOSAMETE!!!! BJU AMIGA!!!

  © Free Blogger Templates Blogger Theme II by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP